Carregando

Aguarde, processando!

Os vinhos da Quinta da Pellada

Os vinhos da Quinta da Pellada

23/06/2017

Marcelo Copello

Mundo do Vinho

2589 Visitas

Por Marcelo Copello

O Dão, no norte de Portugal, é uma das regiões mais subestimadas do mundo. O nome Dão sofreu e ainda sofre com a má fama dos vinhos de cooperativa que inundaram nossos supermercados nos anos 1960 e 1970.

Quem conhece, no entanto, sabe. Costumo chamar o Dão de “a Borgonha de Portugal”, dada a elegância de seus vinhos. E lá um gênio louco se destaca: Álvaro Castro, um dos maiores enólogos não só do Dão, mas de todo Portugal.

Tive o prazer de almoçar com Maria Castro, sua filha e também enóloga, que com ele faz os vinhos da Quinta da Pellada e Quinta de Saes. O menu do restaurante Chez l’Ami Martin foi elaborado especialmente para ocasião (veja fotos de alguns dos pratos), pelo chef Pascal Jolly, e a mesa contou com a presença do dono da casa Chico Borges Carvalho, além de Yoná Adler e Guilherme Martins, da Mistral.

Perguntei a Maria se ela, como enóloga, não tinha vontade de fazer seus próprios vinhos. Ela me confidenciou que “sim, há uns 10 anos cheguei a fazer meu vinho, mas achei que seria burrice seguir no projeto, pois meu vinho seria igual a de meu pai”. Maria e Álvaro provam os vinhos da Quinta da Pellada juntos e compartilham, na maioria das vezes, das mesmas opiniões.

Provamos juntos os seguintes vinhos, todos exclusivos da Mistral (www.mistral.com.br )

Quinta de Saes Reserva Encruzado 2015, Quinta da Pellada, Dão-Portugal (Mistral)

100% casta Encruzado de vinhad de 50 anos, em 600 metros de altitude, com leveduras indígenas (criadas em pé de cuba), maceração pelicular de 24h, fica em inox com controle de temperatura, com battonage. Este branco está na transição da juventude pungente para o apogeu, com mais volume e complexidade. A cor é clara e brilhante com aromas cítricos, notas tropicais e muita mineralidade do granito, com paladar firme, de médio corpo, com 13% de álcool, ótima acidez, com muita elegância. Para guarda de mais uns 5 anos, ou mais.

Nota: 91 pontos

Quinta de Saes 2013, Quinta da Pellada, Dão-Portugal (Mistral)

Elaborado com Touriga Nacional, Alfroxeiro, Jaen, Tinta Roriz, com leveduras indígenas, 12 meses barricas francesas, 20% novas. Rubi violáceo, intenso no nariz, mineral, com notas  de frutas frescas, especiarias picantes. Paladar de médio corpo, com 13% de álcool, boa acidez, taninos finos, seco, textura macia, longo e elegante.  

Nota: 89 pontos

Quinta de Saes Reserva Estágio Prolongado 2013, Quinta da Pellada, Dão-Portugal (Mistral)

Elaborado com 70% vinhas velhas, de 48 anos e 28 uvas diferentes; mais 30% de Touriga Nacional e Alfroucheiro, fermenta em lagar de inox, com leveduras indígenas e tem um “estágio prolongado” de 18 meses em barricas usadas onde faz a malo-lática. Não pense que pelo nome “estágio prolongado” virá um vinho com muita madeira, nada disso, trata-se de um vinho equilibrado, estruturado, com boa profundidade, a madeira aparece pouco, nas notas de especiarias. Os taninos são finos e presentes, formando um perfil gastronômico e elegante.

Nota: 92 pontos

Quinta da Pellada 2012, Quinta da Pellada, Dão-Portugal (Mistral)

Elaborado com 50% vinhas velhas, de 70 anos e de 48 uvas diferentes, somadas a 50% Touriga Nacional de clone antigo. Fermentado em inox com  leveduras indígenas e 5 meses de estágio em carvalho americano. Rubi escuro, perfumado, mineral, com notas de violetas, alcaçuz, frutas negras, bergamota. Paladar encorpado, bem integrado, equilibrado e elegante. Paladar encorpado, seco mas de textura macia, bem integrado, com taninos finos, com 13% de álcool, excelente, para guarde de mais 10 ou 15 anos. Nota: 94 pontos

Leia também: Portugal – Vertical histórica 1963 a 2003

Marcelo Copello

Marcelo Copello


Marcelo Copello é um dos principais formadores de opinião da indústria do vinho no Brasil, com expressiva carreira internacional. Eleito “O MAIS INFLUENTE JORNALISTA DE VINHOS DO BRASIL” pela revista Meininger´s Wine Business International, e “Personalidade do Vinho” 2011 e 2013 pelo site Enoeventos.

Curador do RIO WINE AND FOOD FESTIVAL, e Publisher do Anuário Vinhos do Brasil, colaborador de diversos veículos de imprensa, colunista da revista Veja Rio online. Professor da FGV, apresentador de rádio e TV, jurado em concursos internacionais de vinho, como o International Wine Challenge (Londres). Copello tem 6 livros publicados, em português, espanhol e inglês, vencedor do prêmio Gourmand World Cookbook Award 2009 em Paris e indicado ao prêmio Jabuti.

Especialista no mercado e nos negócios do vinhos, fazendo palestras no Brasil e no exterior, em eventos como a London Wine Fair (Londres). Copello é hoje um dos palestrantes mais requisitados. Para saber mais sobre as palestras e serviços de Copello clique AQUI

  

Contato: contato@marcelocopello.com